A Parte que Falta – Shel Silvestein

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019


Sinopse: Com sua poesia hábil e sensível, Silverstein aborda neste livro a busca do autoconhecimento e da completude. A metáfora se dá por meio da história de um ser circular a quem falta uma parte. Otimista, ele se lança no mundo à procura de preencher esta lacuna. À medida que descobre o universo ao redor – e também a si mesmo –, percebe que as relações interpessoais são muito mais complexas e delicadas do que pensava e que a felicidade quase sempre está dentro de nós mesmos – e não no outro. Uma prova de que a liberdade é o maior bem que podemos possuir.

Foi presente de aniversário sim. Ganhei “A parte que falta” de aniversário no ano passado da minha amiga Maria, ela sabe que eu amo literatura, trabalho junto comigo na verdade. De qualquer forma, ela quis me presentear com três livros que confesso ter demorado um pouco para ler já que a fila estava um pouco ousada de livros ainda não lidos.
Bom, como o livro é simples e curtinho acabei passando ele na frente de alguns outros e confesso que tenho algumas resenhas também ainda não postadas ou não escritas de livros que já li (preciso desesperadamente de dias com 78 horas).

Um pouco sobre a história: O livro traz um protagonista um tanto diferente que nada mais é do que uma bolinha (como uma pizza mesmo faltando um pedaço, uma fatia) que anda vagando pelo mundo a procura da parte que lhe falta.

Durante o trajeto, essa bolinha investe em diversas formas e tamanhos que possam preencher o buraco dela e passa por uma serie de situações, mas nunca desiste do trajeto.


Primeiras impressões: Leitura gostosa é um livro bem infantil, mas que trás mensagens legais sobre como não desistir de um objetivo e as dificuldades que podemos encontrar pelo caminho. De cada ponto do livro é possível tirar alguma lição para sua vida, e cada um consegue enxergar do seu jeito a mensagem que o livro traz.

Impressões finais: Uma das coisas que mais gostei sobre essa obra é que, apesar de ser um livro infantil, é também uma leitura para todas as idades e cada um percebe a mensagem do livro de uma forma de acordo com a sua idade e experiências de vida. É bem por isso que acho um pouco difícil fazer uma indicação específica dessa obra porque certamente ninguém no mundo vai ter passado exatamente pelas mesmas experiências que eu passei e talvez o contexto soe diferente ou deturpado (de um jeito bom).
Se recomendo? Com toda certeza. Por que eu recomendo? Porque as mensagens me tocaram e acho que cada um receberá de uma forma diferente, porém sempre doce, sutil e encorajadora.

Sobre o autor: Uma curiosidade é que a ilustração de A Parte Que Falta foi feita pelo Shel Silverstein, apesar. A pessoa que fizer a leitura pode idealizar o protagonista de uma forma diferente, como um pac-man, uma pizza (no meu caso) ou uma bolinha. Sheldon Allan "Shel" Silverstein foi um poeta, compositor, músico, cartunista e autor de livros de crianças americano. De origem judaica, Silverstein cresceu em Chicago, onde começou a desenhar e a escrever aos 12 anos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desça já da minha nuvem - Todos os direitos reservados - Por: Louder Design