1808 – Laurentino Gomes

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Sinopse: Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil é um livro de história do Brasil e Portugal escrito por Laurentino Gomes e publicado em 2008 sobre a transferência da corte portuguesa para o Brasil, ocorrida em 1808.

Janaína me indicou esse livro, disse que adorou mas também não me explicou muito bem, ai comprei deu aquela bela lida na sinopse e me interessei, vamos lá...

Um pouco sobre a história: Em 1807 Napoleão Bonaparte, que estava em guerra com a Inglaterra, declarou o Bloqueio Continental, mediante o qual nenhum país europeu poderia comercializar com a Inglaterra.
Portugal decidiu por sua conta e risco manter os tratados de comércio com os ingleses e então Napoleão orquestrou a invasão a Portugal. Nesse passo a família real portuguesa veio fugida para o Brasil, que era sua maior colônia, levando com eles toda a riqueza do país, deixando quem lá ficou absolutamente miserável.
Em 1808, a corte chegou ao porto de Salvador. Os navios foram abastecidos, permitindo a continuação da viagem rumo a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. D. João anunciou a Abertura dos Portos, acabando com o Pacto Colonial. 

Primeiras impressões: A narrativa chega a ser cômica quando se trata da vinda da família portuguesa para o Brasil.De um lado tinha a corte que se julgava no direito de mandar, governar e distribuir privilégios e do outro tinha uma colônia que já era mais rica que a metrópole, mas era desprovida de educação e refinamento (Brasil).
Logo no início do livro o autor conta que ao fazer pesquisas percebeu que no Rio de Janeiro praticamente não houve conservação histórica do período, talvez pelo tanto que a vinda da família real decepcionou a nós como colônia, contudo, podemos verificar mudanças importantes no rumo da história do país, sobretudo porque antes de 1808 o Brasil era um aglomerado de capitanias cada uma com seu governante e independentes entre si e com a chegada de D. João finalmente fundiu-se em um país, tendo trabalhado na construção de estradas, unificação de exércitos e melhoria nas comunicações.
Além disso, o tráfico de escravos envolvia centenas de navios dos dois lados do oceano Atlântico sendo que os traficantes eram empresários ricos e tinham influência na sociedade e nos negócios do governo.

Impressões finais: Logo que comecei a leitura eu ri demais, nunca vi ou ouvi alguma menção histórica à família real Portuguesa que não fosse cômica.
A narrativa é simples, gostosa e diferente, com um toque de aventura em casa página.

Sobre o autor: Laurentino formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná, possui pós-graduação em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo e fez cursos tanto na Universidade de Cambridge como na Universidade de Vanderbilt.
Trabalhou como repórter e editor para vários órgãos de comunicação do Brasil, incluindo o jornal O Estado de S. Paulo e a revista Veja.
Tornou-se famoso como escritor graças à sua autoria do best-seller 1808 - Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil, livro que narra a chegada da corte portuguesa ao Brasil. Em 2008, o livro recebeu o prêmio de melhor ensaio da Academia Brasileira de Letras e da 53ª edição do Prêmio Jabuti de Literatura na categoria de livro-reportagem e de "livro do ano" da categoria de não-ficção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desça já da minha nuvem - Todos os direitos reservados - Por: Louder Design