Instrumentos Mortais – Cidade dos ossos – Cassandra Claire.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

Cidade dos ossos é o primeiro livro as série “Os Instrumentos Mortais” escrita pela autora Cassandra Clare. Confesso que a primeira vez que me interessei por Instrumentos Mortais foi quando comprei esse primeiro volume, provavelmente o livro já era febre por aí, mas eu nem fazia a menor ideia, fui na Bienal do Livro de 2014 em São Paulo e tinha um monte de gente com aquelas tatuagens de canetinha hidrocor imitando esses símbolos dos Instrumentos Mortais, foi então que vi o livro em uma revista e pedi.
Quando chegou e devorei até porque naquela época eu não estava tão abarrotada de coisas para ler assim e amei. Amei tanto que indiquei para minha mãe, que amou tanto que comprou todos os outros volumes.
Depois dei de presente aqueles três volumes extras para ela e desde então ela tem comprado tudo, Instrumentos Mortais virou febre em casa, assistimos o filme e agora estamos acompanhando a série estreada pela Netflix.
Um pouco sobre a história: Clarissa Fraychild, ou Clary Fray é uma adolescente extremamente comum, até um pouco desajustada, no seu aniversário Clary vai a uma boate com seu melhor amigo Simon e lá presencia um assassinato. O que ela não sabia é que os assassinos eram caçadores de sombras e a vitima: um demônio.
Um pouco depois a mãe de Clarissa desaparece e então começa a saga da garota pelo mundo das sombras onde ela vai descobrir que na verdade não era uma menina tão comum assim e com  a ajuda de novos amigos estranhamente tatuados, vai buscar sua mãe e a verdade sobre ela mesma.
Primeiras impressões: A protagonista Clary é uma garota de apenas 16 anos que mora no Brooklin é forte, leal aos amigos e acima de tudo tem vontade de conhecer o mundo novo mesmo achando que era perfeitamente mais feliz com a sua velha vida, a historia abordada em Cidade dos Ossos é de tirar o fôlego, cada vez que algum segredo era revelado eu ficava “Quê? Como assim?”.
No fim das contas meu personagem preferido foi Magnus Bane, um feiticeiro poderosíssimo que passou a ser meu amor literário por muito tempo.
Impressões finais: O livro é contado sob a perspectiva de Clary, fascinante, muitos encontros e desencontros, morri de pena da Clary quando ela chegou em casa e sua mãe tinha desaparecido e mais ainda no final (que não vou revelar) foi um tal de “quê?” “Oh!” e muitos outros adjetivos que não são adjetivos para descrever meu sentimento por essa história impactante e magnífica da Cassandra.
Super recomendo, ainda não consegui terminar a saga toda, mas pretendo fazer isso o mais breve possível, to mega curiosa para saber o que vai rolar com a Clary e com o Jace, que, para quem não sabe, é o lindão por quem a garota se apaixona. Diferente do restante da humanidade me apaixonei pelo feiticeiro coadjuvante porque sou assim (rsrs) mas Jace é de tirar o fôlego, certamente, assim como Alec e Isabelle, dois irmãos que, junto com Jace, embarcam nessa aventura com Clary e Simon.
Sobre o autor: Judith Rumelt mais conhecida pelo pseudônimo Cassandra Clare  é uma escritora norte-americana (nascida no Irã), conhecida por escrever a série de livros best-sellerː Os Instrumentos Mortais. Até 2016 ela havia vendido mais de 1,6 milhão de livros no Brasil e 36 milhões no mundo todo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desça já da minha nuvem - Todos os direitos reservados - Por: Louder Design