Eleanor & Park de Rainbow Rowell

quinta-feira, 15 de junho de 2017


Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, um descendente de coreano e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e "grande" ( ela pensa em si própria com gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram todos os dias. Apesar de certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor & Park se apaixonem ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor , sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.


Eu o já namorava desde quando vi nas prateleiras da FNAC, por mais que fosse nada extravagante, talvez pela aura musical me tomasse toda a atenção, porém não enamorou minha carteira um dia ele entrou em promoção fazendo minha alegria, já tinha lido e gostado uma obra da autora o que jogou minhas expectativas lá no alto.

O que achei do livro: Realmente ele é um livro sobre o primeiro amor e suas descobertas antes mesmo se notar que é este sentimento, mas sem dúvidas é um livro único que não é só mel até o leitor sufocar.
Os personagens são fora dos padrões Park é um garoto com descendência coreana que sabe que poderia sofrer bullying facilmente se não fosse o fato do “chefe” das zoações gostar dele; Eleanor é a novata da escola que alem de chamar atenção por seus cabelos ruivos, até tem o fator medidas corporais. Eu amei que a história fosse feito dos incomuns, mas como eu disse a história não é só amor de busão, o livro é todo escrito em terceira pessoa, porém intercalado entre a vida dos dois, suas sensações, convívio familiar etc. E no quesito família o livro deixa que o leitor note a discrepância entre o protagonista com uma família tradicional e outra que é conflituosa, diria eu acho que livro nos fala com uma sutileza bela sobre assuntos que deve sempre ser discutido.
Primeiras impressões: Ah! Deve ser mais um romance adolescente que eu reclamo, mas sempre acabo lendo e pagando a minha língua.
Impressões finais: Richie nojo é algo que define o que sinto por você! E Rainbow você me deu pude que prometeu, obrigada sua linda!
Extra: O livro como havia dito é repleto de referências geeks e músicas como está achei fuçando no Tumblr, a lista abaixo para quem gosta de uma playlist para se sintonizar com a história.

Sobre a autora: Rainbow Rowell nasceu em 1973 no Nebraska, onde vive ainda hoje com o marido e dois filhos. Independentemente de seus livros serem voltados ao público adulto ou jovem, a autora sempre escreve sobre pessoas apaixonadas e que falam demais. Nas horas vagas, Rainbow lê histórias em quadrinhos, planeja viagens à Disney e discute sobre coisas que, na realidade, não importam.


2 comentários:

  1. Estou lendo e adorando o livro. Primeira obra da autora na minha vida. Heheh bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é perfeito e tão tocante. Até agora o que eu mais amei. Beijos amores. Espero que volte para nós contar o feedback desse e dos próximos você for ler. Indique também os livros que gostou para nós lermos também.

      Excluir

Desça já da minha nuvem - Todos os direitos reservados - Por: Louder Design